segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

O desmame de Bruna

Quando viramos mãe cada fase do desenvolvimento da criança  é  especial .Quando somos mãe de primeira viagem além de especial é delicado pois são momentos novos.

Quando descobrir que estava grávida a minha primeira preocupação foi se eu conseguiria amamentar Bruna de forma tranquila sem traumas,entrei então em um esquema de preparação 6 meses antes com concha para os seios ,exercicios no bico do peito ,tudo para que ela não tivesse dificuldade alguma e tudo  acabou dando certo tanto que dei mama até dois  anos de idade.

Segundo a Organização Mundial de Saúde e Sociedade de Brasileira de Pediatria alimentar o bebê exclusivamente ate o seis meses com leite materno e continuar amamentando ate os 2 anos de idadeVisto por esse lado  já estava com o dever comprido ,mais claro que não foi  dessa forma calculada que tomei a decisão e se durante esse tempo foi se desenhando a questão.

Durante 6 meses Bruna só se alimentava com leite materno,depois por o rientação da pediatra foi intruduzido sucos e em seguida alimentos em forma de papinha e  comida com texturas mais consistentes e sempre dando mama.Quando ele ja estava com um ano e meio e comendo de tudo percebir que as mamadas ja estavão restritas a momentos em que ela se aborrecia  e como forma de consolo e para dormir.

Ai veio a percepção que ela já não estava mamando por fome e sim  como o consolo para momentos dificies e na hora de dormir,foi ai que comecei a trabalhar com o objetivo de que após ela completar dois anos eu faria o desmame.

 Uns 5 meses antes do aniversário dela comecei a diminuir as mamadas cada vez mais até chegar o ponto de só dar a mama a noite e quando ela procurava o peito eu ofertava frutas,suco,água ou então saia para bricar no parquinho no intuito distrair ela.

Ao completar 2 anos tive uma consulta na pediatra que me orientão a não dar mama sem na hora de dormir ,que o pai ficasse com ela quando acordasse durante  a noite e ofertasse agua durante 5 dias seguidos.

Então no mesmo dia me preparei para enfrentar a situação e quando deu 19:00 hrs Bruna veio  procurando peito então disse não ela chorou a se acabar , fiquei com ela acalentando ,pois não queria ficar com o pai,fui tentando tapiar ,botei no colo para ninar ,expliquei que o peito estava dodói coloquei um esparadrapo mostrei a ela e nada .Uma certa hora ela cansou e adormeceu .As 22:00 hrs o mesmo problema acordou procurou peito não encontrou ai caiu no choro,fiz um leitinho dei para ela que a principio não quiz mais depois com jeito tomou e dormiu mais uma vez .As 3:00 hsr da manha acordou e foi pior porque ela chorou pediu por favor  só um pouquinho e ai o coração de mãe balançou mais sabia que essa atitude era para o bem comum de nós duas então seguir em frente colocando na cabeça que teria que ser firme  e assim foi, so que ela veio dormir as 4:30 hrs.

No segundo dia ainda foi punk mais ela só acordou 2 vezes chorando.Já no terceiro foi mais traquilho e ela ja entendia que o peito estava dodói e dormiu mais melhor, acordou apenas uma vez e ai quando  procurava peito eu ofertava água ela tomava e dormia.No quarto dia ja dormiu direto sem problema .

Se eu falar que foi fácil vou estar mentindo ,doi ver o filho chorando, mais hoje o nosso relacionamento melhorou muito porque agora além de mãe sou amiga das brincadeiras sem aquela questão de sentar perto ela logo puxar a blusa querendo peito.Sinto falta sim dos momentos da mamada em que ficavamos juntas mais hoje procuro construir outros momentos especiais.




3 comentários:

Renata Diniz disse...

Não é fácil dizer não para os filhotes. Por isso é difícil educar. Pois educar é dizer mais nãos do que sim, eu acho. Meus parabéns por conquistarem mais essa etapa.

Concordo sobre os políticos! Deveriam ler mais! Livros na cabeça deles!!! rsrsrs

Beijão em vocês duas!!!

Camila Carvalho disse...

minha Alanis mamou até pouco tempo atrás...ela está com 2 anos e 04 meses...e de vez em quando ainda pede...rs
tem coisa mais gostosa que amamentar?
essa ligação tão gostosaa que vai durar pra sempre nas nossas lembranças..
Parabéns por amamentar tbm!!!
bjos pra vc e pra Bruninha
perolasdealanis.blogspot.com

Aninha Macário disse...

Olá!!
Sem bem como é isso. Passei por momentos muito difíceis. O processo foi longo e sofrido mas graças a Deus também deu tudo certo.
Beijinhos para você e para Bruninha.