quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Como lidar com determinadas situações?

Olá!amigas blogueiras tive um pouco distante do blog devido ao acúmulo de coisa para fazer ,mais hoje tirei um tempinho para contar uma determinada situação.
Duas semanas atraz fui para casa de minha sogra para comer uma galinha caipira ,muito boa,  foi uma reunião de familia , Bruna e Artur( primo) estavão pinotando a casa toda então eu e minha cunhada resolvemos descer para a area do predio e lá tinha mais duas crianças e levamos brinquedos variados.Um desses brinquedos foi um bolinha pequena que Bruna gosta muito ,só que um dos meninos que estava lá em baixo resolveu pegar a bola  e ela então ficou querendo a bola e ele não queria dar .Percebendo isso dei outras opções de brinquedo ela concordou ficou um pouquinho mais depois ficou querendo a bolinha e o menino percebendo que Bruna corria atráz dele saiu correndo .Percebendo que eles se afastavam fui atráz ,nesse instante minha cunhada falou algo então olhei e ai notei que Bruna começou a gritar chorando e quando olhei o menino estava mordendo o braço dela porque  tenteou pegar a bolinha. É mole?
Fiquei preocupada e logo corri tirando o braço da boca dele para evitar  marca pior.Ai junior que estava lá embaixo tambem veio e perguntou o que tinha acontecido e  foi um furdunço pois a mãe do menino ,depois de muito tempo,veio perguntando se foi ele que tinha machucado Bruna,veio minha sogra tambem,inclusive dizendo que ele é danado para fazer isso.
Vendo que Bruna  estava bastante nervosa  resolvi subir para casa de minha sogra e confortei minha pequenina.Vou ser franca que na hora fiquei chateada não com o menino que tem a mesma idade de Bruna e sim com a mãe por esta tão indiferente com a situação.
Ai comecei refletir sobre a educação de nossos filhos e o quanto somos necessários a cada momento para supervisionar comportamentos como este  e avitar situações como essa.A criança e como uma esponja que a todo momento absorvem coisas novas e desenvolve novos comportamentos e tenho a opinião que tudo é resultante do que ele passam em casa com sua familia.Então se voce aduca seu filho por meio de intolerância,atitudes rispidas ou ate mesmo "tapinhas de leve" ele vai acreditar que  essa forma é a certa para lidar com todas situações e isso vai crescendo junto com a criança e se os pais não interferem  nessa questão fica mais dificil lidar.
Eu não estou aqui para julgar a forma de  educar  de ninguem e sim para dar  minha opinião,  e como mãe sempre exercito em casa com Bruna o amor ( acordar e dizer bom dia eu te amo)a tolerância porque tem momentos que ela acentua o seu genio forte e sempre tento reverter a situação da melhor forma e o compartilhar atravez  da divisão de  seus briquedos com os amiguinhos e sempre  faço questão que ela esteja  rodeada de crianças  para que  tenha situações diverentes para  lidar sozinha ,mais sempre com minha supervisão rsrsrs...
Não acredito que bater educa e sim saber o que se passa com a criança que leva a ter determinados comportamentos.

3 comentários:

Renata Diniz disse...

Situação difícil essa. Já passei por isso com a minha menina. Não de agressão física, mas de palavra. Fiquei bem chateada. É preciso cuidar da educação. Beijos e meu carinho!

Pathy Moreira disse...

Olá, passei para conhecer o seu blog e já estou seguindo. Se tiver um tempinho visite o meu cantinho:

www.todacharmosa.com

Se quiser me seguir vou ficar muito feliz ;)

Beijinhos...

V@léria S@ndry mamãe de Gustavo e Gabriela disse...

É bem complicada essa situação, eu tenho um pinga fogo em casa, sou uma mãe muito amorosa mas mesmo assim ele é bem agitado e tem brincadeiras grosseironas mas sempre supervisiono ele quando brinca mas quando quer algo ele enfrenta e até bate nas crianças da mesma idade e até mais velhos, fico morrendo de vergonha, levo-o longe dali e converso com ele, a minha esperança é a escolinha, vamos ver se vai melhorar.
Bjinhus
www.gustavoegaby.blogspot.com.br