terça-feira, 13 de março de 2012

Um dia Diferente e Melancólico

Esse final de semana foi um tanto diferente, posso ate dizer que foi um daquele nostálgico porque resolvi tirar arrumar, separar e guardar tudo aquilo que Bruna não mais utiliza, já que a cada dia que passa ela cresce se desenvolve em uma rapidez assustadora.
E enquanto organizava tudo recordava as fases que passamos juntas e resolvi então postar um resumo desses momentos.

Uma das primeiras coisas que guardei para próxima gestação foi as minhas conchas do seio, muito importante para preparação do bico do meu peito, já que ele  não era protuso o suficiente , isso poderia dificultar a pega de Bruna na mama. Em minha cabeça veio à recordação do  teste de gravidez e o susto que levei em saber que seria mãe, a ansiedade de saber se era menino ou menina, a organização do enxoval, do quarto e da mala para ir à maternidade.







Em seguida foi à vez da almofada de amamentação e as sacolinhas, então à recordação foi do dia do parto quando tive Bruna em minhas mãos, do desmaio do meu esposo ao ver Bruna nascer, do segundo desmaio porque ele viu a placenta rsrsrs... Da primeira noite sem dormir direito, de pegar Minha gatinha nos braços e dar a primeira mama, do seu cheirinho, o dia da apojadura dos meus seios quando eles ficaram enormes por conta do leite materno e , da perda excessiva de peso de Bruna e mais um dia no hospital, da preocupação por esse fato e depois a a felicidade pela liberação da maternidade , chegada à casa de minha sogra e minha mãe e depois em nossa casa modificando toda a sua rotina.







Depois veio a roupinha, mantas e sapatinhos a serem guardados e com isso a lembrança do primeiro banho, cuidar do umbigo, dar de mamar, acordar varias vezes a noite e como de recém-nascida passou para fralda G, a roupinha do batizado, e suas evoluções quando ela virou sozinha a primeira vez, quando sentou apoiada e depois sem apoio,o engatinhar e ate o momento atual de andar sozinha.



Babadores e panos de boca foram os seguintes guardados, trazendo a lembrança de quando introduzir os suquinhos ,papinhas doce e salgada e suas caras e bocas sinalizando que não estava gostando de nada e logo depois a satisfação de ver o prato limpo e o copo vazio.

Depois foi a hora dos Brinquedos a separação daqueles que vou dar aqueles que ainda brica e chama a sua atenção a sua evolução cognitiva desde quando acompanhava o objeto com os olhos depois o querer pegar cada um, o se arrastar para pega praticamente tudo que via pela frente, os sons que chamava a sua atenção e hoje habilidade de brincar com todos os brinquedos principalmente os de encaixe.



Depois foi guardar a banheira, já que agora toma banho de chuveiro, me lembro de como tinha medo de dar banho nela e as inseguranças de estar fazendo a coisa certa. Desarmei também o cercado onde ela ficou pela primeira vez em pé para assistir o dvd de patati e patata e dai em diante não parou mais de apreciar desenhos ,é engraçado as caras e bocas que faz. Agora ela quer corre pela casa e descobrindo um mundo novo cada dia .


Ajustar a cadeirinha do carro mudando de lugar, agora ela vê o mundo em sua totalidade olhando sempre para frete e apontando aquilo que chama sua atenção. Assim como ajustar o cinto da cadeira de refeição o e descobrir que já estar tão independente a ponto de comer praticamente sozinha e tomar o seu suco também.

Toda essa nostalgia traz momentos de muita felicidade e descoberta que formou a historia de um casal recém-casado em pais de primeira viagem. E lembrando-se de tudo me vem lagrimas nos olhos, por ver que meu bebê já é uma mocinha de vontade própria com temperamento um pouco difícil mais sempre amorosa e sorridente, E vejo que junto com o seu crescimento existe a evolução minha e de meu esposo como pessoas nos tornamos mais sensíveis e pacientes e como pais mais safos das situações inusitadas que aparecem.


Quando olho para traz vejo que entre erros e acertos estamos cuidando de nossa princesa da melhor formar possível, com muito amor e que a cada dia se fortalece uma relação não de dependência afetiva e sim de companheirismo.

E que Deus nos permita acompanhar acompanhar durante muito tempo o desenvolvimento desse ser humano lindo e que amamos.


14 comentários:

Janaína Mascarenhas disse...

Imagino sua emoção. No fds tb fiquei meio nostálgica, vendo umas fotos de Lipe bebê. Por que os filhos crescem tão rápido, hein? Bjka

Pedagoga Viviane disse...

Amiga adoro receber sua visita.
Adorei sua postagem é a pura verdade....
Quando vejo as fotos dos meninos pequenos,eram tão frágeis, dependentes...
Hoje as preocupações são outras,e temos que está juntos, sempre dando amor, carinho, conselhos,muitos conselhos,pois infelizmente criamos para esse mundão de Deus.
Ser mãe é padecer no paraíso....rsrsrsr

Andréia Sales disse...

Como é bom relembrar esses momentos né?
Eu a cada etapa que se seguia eu já ia separando as roupas e coisas que não usava mais para doação.
Na minha cidade tem muitas mães carentes.
Quando assustei tinha dado tudo não guardei nada de recordação rsrsrs
Obrigada por nos acompanhar.
Bjks
Andréia
www.cantinhodosam.com
http://makeviagem.blogspot.com/

Ich Hausfrau disse...

É muita emoção mesmo né.... vc já parou para pensar em quanta coisa acontece desde o momento em que descobrimos que estamos grávidas até o nascimento dos filhos e depois tbem... muita coisa acontece, muda.... e é gostoso poder relembrar de tudo com tanto amor! bjo

aprendendoasermae disse...

Mais reapido do que eu imaginava,rsrsrs...
beijos

aprendendoasermae disse...

sem duvida rsrsrs... um grande beijo

aprendendoasermae disse...

é verdade muito bom,um grande beijo

aprendendoasermae disse...

é muito legal sim e emocionante tambem.
um grande beijo

Camila Carvalho disse...

parabéns, e pela filhota tbm
ja estamos te seguindo!!!

perolasdealanis.blogspot.com

Nívia F. disse...

Ah... vivo relembrando os momentos com minha pequena também... Saudades dela recém nascida.... Agora vejo-a se desenvolvendo, aprendendo coisas, me dá um orgulho tremendo... Filhos são herança...

Obrigada por ter ido ao meu cantinho... Vim retribuir e dizer que adorei o seu!

Beijos e sucesso!

Volte sempre lá!

http://mae-solo.blogspot.com.br/

aprendendoasermae disse...

Obrigado pelo carinho e apareça sempre um beijo!

aprendendoasermae disse...

Obrigada voce por visitar o meu catinho e o carinho por seguir ele.um grande beijo e nos falamos em breve

Roteiro Baby disse...

Adorei conhecer o seu blog! Minha filha também se chama Bruna e eu também vivo me deparando com essa situação... vivo comemorando o crescimento dela, mas "sofrendo" com a saudade que vai ficando dela bebezinha!
Visite o Roteiro Baby também... em breve, faremos um SUPER sorteio de Dia das Mães! Fique de olho para participar!!!
Te aguardo no facebook (www.facebook.com/roteirobaby) e Twitter (@Roteirobaby).
Beijos para vocês duas!

Futura mãmã disse...

E bom recordar nao e verdade...
bj